Microempreendedorismo

Microempreendedorismo e associativismo em países de desenvolvimento periférico

Profs. Luiz Inácio Gaiger e Marília Veríssimo Veronese

O projeto em questão se caracteriza por estudar formatos coletivos de organizações econômicas de pequeno porte. Estas últimas evidenciam sua importância ao articularem sistemas alternativos de produção, tendo apresentado significativo crescimento no Brasil, a partir da década de 90. Tal contexto tem despertado interesse acadêmico no sentido de perceber qual tipo de empreendedorismo vem sendo praticado por esses trabalhadores associados, quais peculiaridades destas empresas são decorrentes do formato associativo e em que medida a associação potencializa o empreendedorismo.
Para a discussão destas questões, o projeto estabeleceu um sistema de cooperação entre três países de desenvolvimento periférico – Portugal, Moçambique e Brasil. Acredita-se que a diversidade das experiências, analisadas em perspectiva comparada, tem potencial para fornecer importantes achados que poderão vir a contribuir para subsidiar políticas sociais que promovam o protagonismo econômico destes empreendedores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Grupo de Pesquisa em Economia Solidária

%d blogueiros gostam disto: